Sociocracia

Grupo-alvo: Organizaçoes que queiram aplicar um método de gestão que produz maior compromisso, níveis mais altos de criatividade, liderança mais distribuída, harmonia mais profunda e aumento da produtividade.

O termo sociocracia foi cunhado por Augusto Comte na primeira metade do século XIX.

Sociocracia é um sistema de gestão no qual as decisões são tomadas considerando-se a opinião dos indivíduos. Sociocracia confere poder ao “socius”, aos parceiros, pessoas que regularmente interagem umas com as outras e que compartilham de um objetivo em comum.  As decisões são feitas mediante consulta mútua e em consideração das necessidades de cada pessoa dentro do contexto dos objetivos da organização.

Numa organização sociocrática, quer ela seja uma empresa, associação, ou comunidade, o poder é conferido ao processo que o distribui a todos os membros da organização.

Cada pessoa tem o poder e a responsabilidade de tomar decisões que governam sua própria participação na organização.

A soberania é exercida pela organização como um todo, não apenas por algumas de suas partes, na procura da melhor decisão para o conjunto das pessoas, ou no mínimo obtendo o consentimento dos que não concordarem com os pontos de vista da maioria.

É fundamental na sociocracia o princípio de auto-organização, assentado nas teorias sistêmicas de inteligência coletiva.

Neste workshop iremos conhecer os princípios da sociocracia através de diversas práticas e reflexão, baseados nos valores de equivalência, eficácia e transparência, desenhados para fomentar tanto a união quanto o respeito pelo indivíduo.

Anúncios